Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

Portuguese English French Spanish
Início > Notícias > Cooperação científica internacional Amazônia-Caribe é marcada pela imersão nos rios do oeste do Pará
Início do conteúdo da página

Cooperação científica internacional Amazônia-Caribe é marcada pela imersão nos rios do oeste do Pará

Publicado: Quarta, 26 Setembro 2018 17:56 | Acessos: 224

Tema "Sustentabilidade, risco e resiliência territorial"

imagem sem descrição.

Com o tema "Sustentabilidade, risco e resiliência territorial", pesquisadores da Amazônia e do Caribe estiveram reunidos na IV Semana de cooperação científica internacional Amazônia-Caribe entre os dias 15 e 23 de setembro.O evento começou com a expedição científica, a bordo do barco Don Giuseppe, pelos rios Amazonas, Tapajós, Trombetas e Arapiuns. Foram visitadas pelo grupo de pesquisadores cidades de Santarém, Óbidos, Oriximiná e Belterra, além de visitas à FLONA Tapajós e à RESEX Tapajós-Arapiuns. A programação alternou entre visita às cidades, unidades de conservação e apresentação de painéis temáticos no convés do barco sobre dinâmicas territoriais, patrimônio histórico, uso dos recursos naturais e dispositivos jurídicos voltados às questões ambientais. A dinâmica da programação foi o grande diferencial do evento: apresentações e debates ocorreram durante a navegação pelos rios, o que proporcionou observação in loco do que se apresentava na programação científica.

Yasmin Barletta, estudante de direito da UFPA, participou do evento e avalia de forma positiva, "tem muita coisa diferente na Amazônia que a gente nem sabe que existe, é tão bonito. A expedição e a programação científica foram enriquecedoras para mim pois são bem diferentes da perspectiva que eu estudo e isso acrescenta ainda mais na pesquisa que eu desenvolvo sobre repartição de benefícios da biodiversidade que é um instrumento de gestão ambiental. Foi surpreendente!".

Ricardo Ângelo, professor da Universidade Federal do Amapá, ressalta a importância da rede de pesquisadores estabelecida: "minha impressão da expedição é a melhor possível, pela interação com os colegas de outras instituições como da UFPA, UFOPA e de pesquisadores do Caribe e França. Isso mostra a real capacidade de uma rede de pesquisadores interessada na pesquisa socioambiental de áreas amazônicas e do Caribe". O pesquisador ressalta, a partir da expedição e observação do uso e ocupação das várzeas do rio amazonas, "a necessidade de um processo maior de regulação desse ambiente. observamos também a fragilidade no processo de ordenamento territorial assim como os impactos gerados por grandes projetos que atualmente se desenvolvem na Amazônia. Em Belterra, por exemplo, notou-se o avanço da produção de grãos principalmente por ser uma área com fragilidade ambiental." comenta o professor.

Prof. Sérgio Cardoso de Moraes, diretor do Núcleo de Meio Ambiente (NUMA) e apoiador do evento, participou da expedição e destaca que foi "um momento de interação, participação e de troca de experiências. Um momento de não só debater as questões acadêmicas, mas, principalmente, de conhecer e compreender a realidade Amazônica". Os professores do NUMA, Rodolpho Zahluth Bastos e Otávio do Canto também participaram do evento.

A segunda etapa da programação foi realizada no dia 20/09, em Belém, com o IV Seminário internacional de cooperação científica Amazônia-Caribe, no Centro Universitário do Estado do Pará (Cesupa). O evento incluiu apresentação de pôsteres e dois painéis temáticos com os pesquisadores franceses: "pressupostos da resiliência socioecológica na zona amazônia-caribe" e "regulação fundiário-ambiental a partir da experiência francesa".

Em Belém, o dia 21/09 a programação continuou com Visita técnica ao Centro de Estudos e Vigilância da Amazônia (CEMAM), palestra do Secretário de Meio Ambiente do Estado do Pará, Reunião com o reitor da UFPA e Workshop de Avaliação e Planejamento Científico onde foram deliberados os próximos passos do projeto e produção conjunta dos pesquisadores. No dia 22/09, teve visita técnica à comunidade tradicional Chicano e Industria de cacau e Chocolates De Mendes. No dia 23/09, a programação encerrou com visita técnica ao centro histórico de Belém com roteiro geo-turístico.

Realização e parcerias para estabelecer a rede Amazônia-Caribe - IV Semana teve como foco as discussões do projeto IBIS-CAPES/COFECUB, sob a coordenação dos Profs. Lise Tupiassu (ICJ/UFPA) e Justin Daniel (LC2S, Université des Antillles) em parceria com o Núcleo de Meio Ambiente (NUMA). O evento contou a presença de 7 pesquisadores da França e do Caribe, além de estudantes de graduação, mestrado e doutorado da UFPA. Além do apoio do Centro de Estudos sobre Biodiversidade Amazônica (CEBA, Guiana Francesa), Pró-reitoria de Pesquisa (PROPESP), Pró-reitoria de Extensão (PROEX), Pró-reitoria de Ensino (PROEG), Pró-reitoria de Relações Internacionais (PROINTER), Grupo de pesquisa BEST Amazônia,  Grupo de Pesquisas Tributação Ambiental e Meio Ambiente, CAPES, CNPq, CNRS, COFECUB, Université Paul-Valéry-Montpellier, Université Paris 8 Vincennes – Saint-Denis, Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne, Université des Antilles, Faculdade de Direito da UFPA, Clínica de Direitos Humanos da Amazônia (CIDHA).

 

Confira a galeria de imagens do evento:

 IV Semana de cooperação científica internacional Amazônia-Caribe

registrado em:
Fim do conteúdo da página

Today 22

Yesterday 30

Week 22

Month 2105

All 30859

Currently are 33 guests and no members online

Kubik-Rubik Joomla! Extensions