Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

Portuguese English French Spanish
Início > Notícias > Mestre pelo PPGEDAM participa de conferência na Universidade do Texas
Início do conteúdo da página

Mestre pelo PPGEDAM participa de conferência na Universidade do Texas

Publicado: Sexta, 02 Março 2018 15:12 | Acessos: 722

Ana Luiza Violato Espada participa da conferência ILASSA 38th, na Universidade do Texas, em Austin, nos Estados Unidos, representando um grupo de trabalho que envolve professores e alunos da Universidade da Flórida e de instituições parceiras do Brasil (Embrapa e WWF).

imagem sem descrição.

Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Gestão de Recursos Naturais e Desenvolvimento Local na Amazônia (PPGEDAM), Ana Luiza Violato Espada participa da conferência ILASSA 38th, na Universidade do Texas, em Austin, nos Estados Unidos, representando um grupo de trabalho que envolve professores e alunos da Universidade da Flórida e de instituições parceiras do Brasil (Embrapa e WWF). Na ocasião, Ana Espada teve a oportunidade de apresentar o trabalho "Construindo parcerias e implementando o manejo florestal comunitário na Amazônia: o caso da FLONA do Tapajós", que é resultado de sua dissertação de mestrado desenvolvida no PPGEDAM, orientada pelo professor Mário Vasconcellos.

O evento, organizado pelo Instituto Latino-Americano de estudos e Estudantes Associados (ILASSA), iniciou-se nesta quinta-feira, 1º, e vai até esta sábado, 3 de março, e tem como tema "Crossing Borders and Building Bridges" ("Cruzando fronteiras e construindo pontes"). Saiba mais no site do evento.

Sobre o trabalho - A apresentação discute o manejo florestal comunitário na Amazônia brasileira, em especial, como a parceria entre teoria e prática contribui para a sua implementação e, consequentemente, para a governança ambiental e desenvolvimento local. A autora esclarece que "tomou como referência no estudo o caso da Floresta Nacional do Tapajós, localizada no oeste do Estado do Pará e a cooperativa comunitária que realiza o manejo florestal nessa floresta."

Segundo Ana Espada, "os resultados da pesquisa revelam que o manejo florestal comunitário iniciou-se e desenvolveu-se a partir de uma rede de atores sociais advindos do governo, sociedade civil organizada e comunidades locais que conformam parcerias. Estas contribuem na formação de uma gestão coletiva dos recursos florestais, a qual tem se mostrado eficiente e qualificada, ao permitir a geração de trabalho, a renda e o aperfeiçoamento técnico e profissionalizante dos moradores da floresta".

Para mais informações sobre o estudo, acesse o trabalho disponível no site do PPGEDAM.

Texto e foto: Assessoria NUMA

registrado em:
Fim do conteúdo da página

Today 82

Yesterday 84

Week 166

Month 3065

All 36567

Currently are 15 guests and no members online

Kubik-Rubik Joomla! Extensions